x



Blog Haskell









3 fatores pouco conhecidos que podem afetar sua queda capilar




Se eu pudesse falar de um tema que assusta quase a totalidade das mulheres, este assunto seria queda capilar. Compartilho do desespero que é quando penteamos os cabelos e sai aquele monte de fios em nossas mãos. Mas a grande pergunta é: e agora, quem poderá nos ajudar?

Não há milagre nem doutor Google que resolva este problema. A internet é muito útil para pesquisas e ajuda sim a termos mais conhecimento sobre diversos assuntos. Mas o mais importante quando se trata de queda capilar é procurar um médico.

Até 100 fios por dia a queda capilar ainda é considerada normal. Os motivos da queda capilar são diversos e apenas um médico poderá identificar a causa com segurança e indicar o tratamento mais adequado.

Vamos listar abaixo algumas possíveis causas, mas lembrem-se, muita calma nessa hora!

Pós-parto

Durante a gravidez nossos hormônios estão muito elevados, principalmente a progesterona. Quando damos a luz, esses hormônios voltam a níveis mais baixos e é justamente a baixa de progesterona que faz o cabelo cair. A queda capilar associada à gravidez inicia de dois a quatro meses após o parto e tem duração de três a seis meses.  Neste caso estamos falando de Eflúvio Telógeno Pós-parto. Mesmo sendo uma queda mais severa, ela é natural, a pessoa não chega a ficar careca. E a boa notícia é que após o período de seis meses o cabelo volta a crescer normalmente.

Estresse

É muito comum quando falamos de queda capilar as pessoas associarem logo ao estresse. Em casos leves o estresse pode sim colaborar no aumento da queda capilar. Existe o estresse patológico em que a pessoa arranca o próprio cabelo. Mas são casos de ansiedade e estresse extremos. Temos que tomar o cuidado ao generalizar o motivo da queda ligada ao estresse. Quando se trata desde assunto, ouvimos de muitas pessoas que “deve ser estresse”, porém nem sempre vai ser esta a causa. Consulte seu médico para que ele possa realizar o diagnóstico da sua saúde.

Falta de vitaminas

Outra possível causa acontece quando a queda está relacionada à deficiência de vitaminas no nosso corpo. O problema é facilmente diagnosticado através de um exame de sangue e tratado com a indicação de um suplemento de vitaminas e uma boa alimentação. Existem vitaminas próprias para fortalecer o couro cabeludo que contém selênio e zinco por exemplo. Vale ressaltar que no caso de Eflúvio Telógeno Pós-parto, a ingestão um suplemento de vitamina não vai alterar o tempo de queda do cabelo, apenas em casos de carência de vitaminas o suplemento surtirá o efeito desejado.

Importante!!

Várias questões podem estar associadas à queda capilar, entre eles o uso excessivo de álcool e cigarro, disfunções da tireóide, falta de vitaminas, dermatite seborréia (caspa) entre outras causas. O uso de uma linha de cosmético capilar é muito importante para auxiliar no tratamento à queda, como nossa linha Jaborandi que além do combate à queda, também regula a oleosidade e realça o brilho dos cabelos. Mas atenção, sempre consulte um médico para realizar o diagnóstico da sua saúde e indicar o melhor tratamento.

Jaborandi